Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

A gestação já é o período em que a mulher precisa dar mais atenção aos seus hábitos alimentares, já que todos os nutrientes dos alimentos consumidos pela mãe são passados para o bebê no útero. Mas a rotina de alimentação balanceada não para após dar à luz, pois as mães que escolhem amamentar precisam ter em mente que os nutrientes das comidas consumidas por elas também são passados para o bebê por meio do leite materno. Confira abaixo os cuidados que as mães precisam se atentar em relação à alimentação no pós parto! 

 

O que incluir 

 

  • Banana: ela pode ser a companheira da rotina das novas mamães tanto no café da manhã quanto como um lanche da tarde! A banana é rica em nutrientes para o bom funcionamento do intestino, redução da pressão arterial e o equilíbrio de sódio no corpo. Outra propriedade incrível da banana para mulheres no pós parto é o triptofano, um aminoácido que contribui para a sensação de bem-estar e ajuda a controlar a ansiedade. Isso porque a mulher ainda está sob forte influência dos hormônios da gravidez, e pode experienciar mudanças de humor drásticas. 

  • Líquidos: esse tópico pode até parecer óbvio, mas é muito importante ressaltar que as mulheres no pós-parto precisam manter a hidratação do corpo, ingerindo pelo menos 3 litros de água ou suco natural por dia, claro, em menores quantidades. 

  • Fontes de cálcio: o mineral é um dos mais presentes no leite materno, então a mulher necessita repô-lo sempre que puder por meio de alimentos como: soja, sementes, brócolis, folhas verde-escuras, quiabo e outros. O cálcio também é essencial na dieta das mulheres que tiveram o parto cesariana, pois o mineral também ajuda na boa cicatrização do corte. 

O que evitar 

 

  • Café: este é um tópico polêmico entre as mamães que adoram um cafezinho pela manhã ou depois do almoço, mas calma! A bebida precisa ser evitada nos primeiros três meses do bebê, pois os recém-nascidos ainda não possuem a capacidade de processar e eliminar a cafeína do corpo, e pode ser prejudicial para o seu organismo, que ainda é tão delicado. A partir dos três meses os bebês conseguem processar a cafeína e eliminá-la do corpo com mais facilidade.  

  • Alimentos gordurosos: o leite materno já contém naturalmente uma certa quantidade de gordura que contribui para o bom desenvolvimento do bebê. No entanto os alimentos gordurosos consumidos pela lactante modificam o perfil nutricional da gordura do leite dado ao bebê, sendo prejudicial à sua saúde. 

  • Alimentos industrializados: nós sempre incluímos esse tópico aqui quando o assunto é qualidade de vida e saúde, e ele se faz ainda mais necessário quando falamos de alimentação no pós-parto e amamentação. O leite materno é a principal fonte de nutrientes do bebê, e o quão balanceada e natural a alimentação da mãe for, melhor será o desenvolvimento da criança. 

E aproveitando que estamos falando de alimentação natural, a 2Marias oferece refeições orgânicas certificadas que são fonte de vários nutrientes essenciais para a mulher no pós-parto. Elas são super práticas de preparar (o que é uma mão na roda para a rotina com recém-nascidos) e ultracongeladas. Isso significa que todo o sabor, aroma e as propriedades naturais dos alimentos são conservadas