Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Cada vez mais, as pessoas estão preocupadas com os alimentos que chegam à sua mesa. E não basta se preocupar apenas com o sabor e, sim, saber de onde vem, como foi cultivado e por quem foi cultivado.

 

 

Nos últimos anos, cresceu consideravelmente o número de pessoas que aderiram ao vegetarianismo (75% em relação a 2012). No Brasil, 14% da população se declara vegetariana, segundo o IBOPE. Este percentual chega a 16% nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro.

 

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira são diversos os motivos que levam os indivíduos a se tornarem vegetarianos, como: ética, saúde, meio-ambiente e questões sociais.

 

 

            - Não compactuar com a exploração, confinamento e abate de animais.

 

            - O consumo exagerado de carnes está associado a um risco maior de doenças crônicas e degenerativas, como: diabete, obesidade, hipertensão e alguns tipos de câncer.

 

            - Segundo a ONU, o setor pecuário é o maior responsável pela erosão de solos e contaminação da água do mundo. 15% das emissões de gases do efeito estufa são oriundas dele e a maior parte do desmatamento da Amazônia tem origem na produção de carnes, laticínios e ovos.

 

            - 97% dos farelos e soja e 60% do milho produzidos no mundo viram ração nas fazendas e granjas, ao invés de serem consumidos pelos seres humanos.

 

 

Já a alimentação vegetariana preparadas apenas com produtos orgânicos é ainda mais benéfica para quem consome e para nosso planeta.

 

Como todos os ingredientes são obtidos sem a utilização de produtos químicos ou hormônios sintéticos, garantimos o manuseio sustentável do meio ambiente, a preservação da natureza e mais saúde para os seres humanos.

 

No caso do vegetal, o solo deixa de ser um mero suporte da planta, tornando-se sua fonte de nutrição, livre de agrotóxicos, pesticidas, adubos químicos ou sementes transgênicas.

 

A produção orgânica preserva o solo e as águas por não contaminá-los com resíduos de agrotóxicos e outras substâncias prejudiciais. Evita-se a degradação dos recursos naturais tanto no local da produção, quanto em áreas mais afastadas.

 

O cultivo orgânico utiliza técnicas de rodízio de culturas, plantio consorciado, compostagem (transformação de solo pobre em nutrientes em solo fértil) e adubação verde, enriquecendo o solo e prevenindo a erosão.

 

Além disso, as plantações orgânicas são mais eficientes em termos energéticos e produzem uma menor quantidade de gases do efeito estufa. Para completar: os orgânicos preservam o sabor, cor, brilho e textura autênticos das frutas e legumes e possuem maior durabilidade.

 

Escolher uma dieta vegetariana orgânica é promover a biodiversidade, preservar ecossistemas locais e não causar impacto negativo nas relações entre plantas, insetos, aves e outros seres-vivos.

 

Por isso, nada melhor do que experimentar as deliciosas refeições vegetarianas orgânicas da 2Marias: alimentos saudáveis, limpos (sem prejudicar o meio ambiente) e justos (produzidos por produtores locais ou redes certificadas, com transparência e honestidade social).

 

2Marias

Aqui na nossa loja, você encontra refeições individuais e kits completos pensados para os adeptos da dieta vegetariana e também opções veganas.

 

Acesse nosso menu e descubra o delicioso sabor das refeições orgânicas.

 

Quer saber se tem uma loja 2Marias perto de você? Clique aqui<<